Naturalização pela via sefardita

Share

por Desiree Clary - Sócia da Marcos Inácio Lisboa

Judeus Sefarditas são os judeus descendentes das antigas e tradicionais comunidades judaicas da Península Ibérica que a partir do final do século XV passaram a ser perseguidos pela Inquisição Espanhola. Refugiaram-se então em Portugal cujo Rei D. Manuel havia promulgado lei que lhes garantia proteção. Posteriormente, ainda no final do século XV e início do século XVI, o mesmo rei determinou a expulsão de todos os judeus sefarditas que não se convertessem ao cristianismo. Os judeus convertidos forçosamente são denominados cristão-novos.

Milhares de judeus portugueses foram assassinados e outros milhares, assim como os cristão-novos, fugiram do país e estabeleceram-se em várias partes do mundo, criando diversas comunidades judaicas. O Brasil foi um desses destinos, sobretudo no nordeste. Não à toa está situada em Recife a primeira Sinagoga das Américas, a Sinagoga Tzur Israel.

Então Portugal, como forma de reparação história, editou a Lei n. 1/2013 e o Decreto-Lei 30-A/2015, que permitem o exercício do direito ao retorno dos descendentes judeus sefarditas de origem portuguesa, mediante a aquisição da nacionalidade portuguesa.

A Marcos Inácio Consultoria possui toda a estrutura direcionada para sua aquisição de nacionalidade pela via sefardita, isso porque conta com o apoio de historiadores, pesquisadores e genealogistas com experiência e em obediência às diretrizes das entidades certificadoras que fazem toda a pesquisa e relatório de comprovação do vínculo genealógico.

 


Share

Comments

Marcos Inácio Advocacia © 2020 | Política de Privacidade


Marcos Inácio Advocacia © 2020 | Política de Privacidade